Translate

Contacto para dúvidas ou encomendas

lena.saraiva@hotmail.com

ou deixa mensagem no Facebook

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Nova imagem da Ribeirinha


Resolvi mudar o vestido à Ribeirinha e dar-lhe novos elementos. Ribeirinha com uma caixa onde guardava as cartas de D. Sancho I.

D. Mafalda ou Beata Mafalda


Depois de ter estado em Arouca, e ter visto o convento e muitas estátuas de D. Mafalda, resolvi criar não a figura da filha de D. Sancho I, mas a beata e santa que salvou o convento de Arouca das chamas.
A vida deste mosteiro foi marcada por D. Mafalda, filha de Sancho I, que em 1220, entra para o convento, aumentando o já influente papel do mosteiro na vida politica e administrativa da região, através de grandes doações feitas por esta rainha, que veio a ser beatificada e cujo túmulo ali se encontra.

Santo António (várias peças)






Em todas as feiras as pessoas me pedem por um Santo António. Não fazia ideia da enorme devoção que existe em redor do Santo casamenteiro.
Depois de umas tentativas falhadas, consegui fazer estes belos Santos.

Bruxa e o seu animal de estimação: um rato

2 peças novas: D. Sancho I


Já tinha saudades de fazer o "nosso" Rei....desta vez fi-lo com uns pormenores extra! Uma mesa a imitar o granito (caracteristico da região da Guarda); cartas de forais (foi um dos Reis que mais forais deu às populações); e a espada que combateu os inimigos, defendendo assim o "nosso" território.





Rainha Santa Isabel


A Rainha Santa Isabel com vestes verdes. Um novo modelo....ficou simples mas elegante. O verde simboliza o amor pela Natureza.

2 novas peças de D. Dinis




Novo modelo. D. Dinis com 3 pinheiros ao seu lado, representando uma das medidas mais importantes do seu reinado: pinhal de Leiria. Numa das mãos D. Dinis segura um pergaminho em memoria da poesia trovadoresca que compôs.
Foi o primeiro rei português a assinar os seus documentos com o nome completo. Presume-se que tenha sido o primeiro rei português não analfabeto.






Rainha Santa Isabel

D. Dinis


Outra representação de D. Dinis.

A figura de D. Dinis está ligada à cidade do Sabugal, distrito da Guarda.

História:

O Sabugal é uma cidade Arraiana (de fronteira), que pertenceu ao reino de Leão. Com o Tratado de Alcanizes, assinado pelo Rei de Castela e Leão, D. Fernando IV, e pelo rei de Portugal D. Dinis a 12 de Setembro de 1297, o Sabugal passa a pertencer ao Reino de Portugal. Foi então que D. Dinis confirmou a importância da Feira Franca do Sabugal, no local onde então existia uma das mais importantes Judiarias desta região da Ibéria.
"D. Dinis que conjuntamente com a rainha D. Isabel e seus filhos, D. Afonso e D. Constança, dá ao Sabugal e todo o seu termo todo o foro e bons costumes para sempre. Dá uma feira geral..."

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

2 figuras de D. Sancho I


D. Dinis


  • O rei D. Dinis foi o sexto rei da Primeira Dinastia, chamada Afonsina porque começou com o D. Afonso Henriques. Este rei governou em Portugal de 1279 a 1325. Reinar 46 anos é muito tempo! A esperança de vida nesta época era mais ou menos de 50 anos...

  • "D. Dinis fez tudo o que quis", é uma expressão muito verdadeira. Começou a reinar com 18 anos e era muito responsável, pois foi educado desde sempre para governar.

  • Uma das primeiras coisas que fez foi instaurar as chamadas Inquirições (não confundir com a Inquisição!). Esta medida não deixou o clero e a nobreza nada felizes, mas o rei não se importou.

  • Cada rei tinha um cognome, uma espécie de alcunha pela qual ficavam conhecidos. D. Dinis era "O Lavrador".

  • Era assim chamado por duas razões:

    1. Desenvolveu a agricultura, dando terras para cultivar a quem não as tinha (mas apenas se as trabalhassem) e por transformar zonas de pântanos em terras próprias para a agricultura.

    2. Mandou plantar o famoso pinhal de Leiria. Aliás, a verdade é que apenas substituiu os pinheiros mansos que já existiam por pinheiros bravos, de melhor crescimento e raízes mais fortes. Assim preveniu a erosão.
Em 1282, realizou-se em Trancoso (Guarda) o esposamento de D. Dinis e D. Isabel de Aragão.

Rainha Santa Isabel

Número total de visualizações de página